+55 65 2127-0617
Whatsapp
(65) 98403-4757
Horário da Secretaria
Segunda a sexta-feira das 08h30 as 11hrs e das 14h00 às 17hrs
São José

QUALIDADES DE SÃO JOSÉ

Com o decreto Quemadmodum Deus, assinado em 8 de dezembro de 1870, o Beato Pio IX quis dar este título a São José (Padroeiro da Igreja Católica).
Para celebrar esta data (150 anos), o Pontífice convocou um “Ano” especial dedicado ao Pai putativo de Jesus a partir de 8 de dezembro de 2020 até 8 de dezembro de 2021.
“O objetivo desta carta apostólica é aumentar o amor por este grande Santo, para nos sentirmos impelidos a implorar a sua intercessão e para imitarmos as suas virtudes e o seu desvelo”, explica o Papa Francisco.
Recorda que São José era um humilde carpinteiro e teve a coragem de assumir a paternidade legal de Jesus.
Destaca a importância de São José sob sete aspectos:

🌱pai amado – São José expressou concretamente a sua paternidade ao ter convertido a sua vocação humana “na oblação sobre-humana de si mesmo ao serviço do Messias”.

🌱pai na ternura – Por São José, Jesus viu a ternura de Deus, que “não nos condena, mas nos acolhe, nos abraça, nos ampara e nos perdoa”

🌱pai na obediência – José é pai também na obediência a Deus: com o seu ‘fiat’, salva Maria e Jesus e ensina a seu Filho a “\fazer a vontade do Pai_”, cooperando “ao grande mistério da Redenção”

🌱pai no acolhimento – José acolhe Maria sem colocar condições prévias, um gesto importante ainda hoje, neste mundo onde é patente a violência psicológica, verbal e física contra a mulher.

🌱pai com coragem criativa – São José compreende com um protagonismo “corajoso e forte”, que deriva “da fortaleza que nos vem do Espírito Santo”, que não se pode temer. A fé dá significado a todos os acontecimentos, sejam eles felizes ou tristes – transforma um problema numa oportunidade, antepondo sempre a sua confiança na Providência.

🌱pai trabalhador – Honesto carpinteiro, o Esposo de Maria nos ensina também “o valor, a dignidade e a alegria” de “comer o pão fruto do próprio trabalho”, explica o Papa Francisco. Eis então a exortação que o Pontífice faz a todos para “redescobrir o valor, a importância e a necessidade do trabalho”, para “dar origem a uma nova «normalidade», em que ninguém seja excluído”.

🌱pai na sombra – Diz Papa Francisco: José soube amar de maneira extraordinariamente livre, soube descentralizar-se para colocar no centro da sua vida Jesus e Maria. A sua felicidade está no “dom de si mesmo”: nunca frustrado e sempre confiante, José permanece em silêncio, sem lamentações, mas realizando “gestos concretos de confiança”.
Enfatiza: o mundo precisa de pais e rejeita os dominadores, rejeita quem confunde autoridade com autoritarismo, serviço com servilismo, confronto com opressão, caridade com assistencialismo, força com destruição”.

São José é o homem que passa despercebido, o homem da presença quotidiana discreta e escondida – um intercessor, um amparo e uma guia nos momentos de dificuldade.
São José lembra-nos que todos aqueles que estão, aparentemente, escondidos ou em segundo plano, têm um protagonismo sem paralelo na história da salvação.
Oremos, insistentemente, invocando a intercessão e proteção de São José.
São José, valei-nos!

Gustavo Krause

Dicas de Gustavo Krause para os amigos que já passaram dos 50 anos:

 Gaste o seu dinheiro com você, com seus gostos e caprichos.

 É hora de usar o dinheiro (pouco ou muito) que você conseguiu economizar . Use-o para você, não para guardá-lo e não para ser desfrutado por aqueles que não tem a menor noção do sacrifício que você fez para consegui-lo.

 Não é tempo para maravilhosos investimentos, por mais que possam parecer bons, eles só trazem problemas e é hora de ter muita paz e tranquilidade.

 PARE de PREOCUPAR-SE COM A SITUAÇÃO FINANCEIRA dos filhos e netos. Não se sinta culpado por gastar o seu dinheiro consigo mesmo. Você provavelmente já ofereceu o que foi possível na infância e juventude como uma boa educação. Agora, pois, a responsabilidade é deles. JÁ NÃO é época de sustentar qualquer pessoa de sua família.

 Seja um pouco egoísta.

 Tenha uma vida saudável, sem grande esforço físico. Faça ginástica moderada (por exemplo, andar regularmente) e coma bem.

 SEMPRE compre o melhor e mais bonito. Lembre-se que, neste momento, um objetivo fundamental é de gastar dinheiro com você, com seus gostos e caprichos e do seu parceiro. Após a morte o dinheiro só gera ódio e ressentimento.

 NADA de angustiar-se com pouca coisa. Na vida tudo passa, sejam bons momentos para serem lembrados, sejam os maus, que devem rapidamente ser esquecidos.

Independente da idade, sempre mantenha vivo o amor. Ame o seu parceiro, ame a vida.

LEMBRE-SE !! “Um homem nunca é velho enquanto se lhe restarem a inteligência e o afeto”.

Seja vaidoso. Cabeleireiro frequente, faça as unhas, vá ao dermatologista, dentista, e use perfumes e cremes com moderação.

SEMPRE se mantenha atualizado. Leia livros e jornais, ouça rádio, assista a bons programas na TV, visite a Internet.

Respeite a opinião dos JOVENS. Muitos deles estão mais bem preparados para a vida, como nós quando estávamos na idade deles. Nunca use o termo “no meu tempo¨. Seu tempo é agora.

NÃO caia em tentação de viver com filhos ou netos. Apesar de ocasionalmente ir alguns dias como hóspede, respeite a privacidade deles, mas especialmente a sua.

 Pode ser muito divertido conviver com pessoas de sua idade.

 Mantenha um hobby. Você pode viajar, caminhar, cozinhar, ler, dançar, cuidar de um gato, de um cachorro, cuidar de plantas, jogar cartas de baralho…

Faça o que você gosta e o que seus recursos permitem.

 ACEITE convites. Batizados, formaturas, aniversários, casamentos, conferências … Visite museus, vá para o campo … o importante é sair de casa por um tempo. 

Fale pouco e ouça mais. Sua vida e seu passado só importam para você mesmo. Se alguém lhe perguntar sobre esses assuntos, seja breve e tente falar sobre coisas boas e agradáveis. Jamais se lamente.

 Permaneça apegado à religião.

 Ria muito, ria de tudo. Você é um sortudo, você teve uma vida, uma vida longa.

 Não faça caso do que dizem a seu respeito, e menos do que pensam de você.

 Se alguém lhe diz que agora você não faz nada de importante, não se preocupe. A coisa mais importante já está feita: você e sua história.

vida é muito curta para beber um vinho ruim”

(Texto de Gustavo Krause)

Um brinde a vocês, meus amigos acima dos 50 e a você que daqui a pouco chega lá!! 

Valiosissimo

Os dez mandamentos da 3ª idade:
1º – Não se aposente da vida pra se tornar a praga da família. A vida é atividade, e o verdadeiro elixir da eterna juventude é o dinamismo. Não despreze as ocupações enquanto tiver energia para as lutas cotidianas. Se não tiver nada pra fazer, vá caminhar, passear no shopping, jogar baralho na praça.. qualquer coisa, menos aporrinhar os outros!

2º – Seja independente e preserve a sua liberdade, mesmo que seja dentro de um quartinho. Quem renuncia ao próprio lar, obriga-se a andar na ponta dos pés, pra evitar atritos com noras, genros, netos e outros parentes. Se possível more num flat para idosos, pois tem tv a cabo, internet, piscina, sauna, lavanderia, café da manhã servido na mesa, salão de jogos, sala pra ver tv com outros moradores – tudo incluído no preço… vc não paga água, luz, internet…e tem bastante gente pra conversar, fazer novas amizades…MELHOR USAR SUAS ECONOMIAS PARA TER UM RESTO DE VIDA FELIZ! NÃO ECONOMIZE NO ITEM “MORADIA”… a próxima vai ser a última e DEFINITIVA! Aproveite a penúltima com tudo a que TEM DIREITO!

3º – Mantenha o dominio da sua própria bolsa. Ajude os seus filhos financeiramente, na medida das suas posses; reserve uma parte para emergências. Tenha o melhor plano de saúde que puder pagar. Se vc depender de alguém Tá NO SAL!

4º – Cultive a arte da amizade como se fosse uma planta rara, cercando os familiares e AMIGOS de cuidados, como se fossem flores. Se a sua memória estiver falhando, anote numa agenda sentimental as datas mais importantes das suas vidas, e compartilhe com eles a alegria de estar presente. Como vc é um velho do século XXI, aprenda a mexer com a Internet: programe todos os aniversários em seu email… ele informará vc com antecedência….vc nunca esquecerá nada!

5º – Cuide da sua aparência e seja o mais atraente possível. Não seja um daqueles velhos relaxados, que exibem caspa na gola do paletó e manchas de gordura na roupa, que revelam o cardápio da semana. Nunca despreze o uso de água e sabão. Vá ao salão de beleza uma vez por mês, pelo menos: a moça vai fazer sua unha, seu pé, cabelo e barba…não tem preço ficar com ela te agradando por uma gorjeta! VISTA-SE COMO UM LORD! NADA DAQUELA BERMUDAS XEXELENTAS, MOLETONS ROSAS E SAPATINHOS DE VELHO…

6º – Seja cordial com os seus vizinhos. Evite implicar-se com o latido do cachorro, o miado do gato, o lixo fedorento na calçada ou o volume do rádio. Um bom vizinho é sempre um tesouro, especialmente se os parentes morarem distantes. SEJA ESPERTO: OUÇA MÚSICA COM FONES DE OUVIDO PARA SE LIVRAR DOS BARULHOS QUE TE CHATEIAM… UM FRANK SINATRA, JOBIM, CHARLIE PARKER, NAT KING COLE…ACALMARÃO VC E O FARÃO LEMBRAR DOS BONS TEMPOS…SEM SAUDOSISMO…SE ESTIVER DEPRESSIVO ATAQUE DE ELVIS, BEATLES, CREEDENCE, ROLING STONES..TUDO DO NOSSO TEMPO!

7º – Cuidado com o nariz, e não se intrometa na vida dos filhos adultos. Eles são seres com cérebro, coração, vontade, e contam com muitos anos para cometerem os seus próprios erros. FECHE A MATRACA!

8º – Fuja do vício mais comum da velhice, que é a “presunção”. A longa vida pode não lhe ter trazido sabedoria. Há muitos que chegam ao fim da jornada, tão ignorantes como no início dela. FAÇA DE CONTA QUE VC NUNCA VIVEU NADA! EXPERIÊNCIA NÃO SE PASSA! FIQUE SÓ OBSERVANDO OS ERROS E NÃO SE META, A MENOS QUE ALGUÉM PEÇA A SUA OPINIÃO, RESISTA À VONTADE DE DA-LA…TUDO O QUE É DE GRAÇA, NÃO TEM VALOR!
Deixe que a “humildade” seja a sua marca mais forte.

9º – Os cabelos brancos não lhe dão o privilégio de ser ranzinza e inconveniente. Lembre-se de que toda paciência tem limite, e que não há nada mais desagradável do que alguém desejar a sua morte. Aprenda jogar xadrez, usar o WhatsApp OCUPE SUA MENTE COM OUTRA COISAS! NÃO ENCHA O SACO DOS OUTROS!

10º – Não seja repetitivo, contando a mesma história três, quatro, cinco vezes. Quem olha só para o passado, tropeça no presente e não vê a passagem para o futuro. FIQUE DE BOCA FECHADA E SERÁS UM SÁBIO! LEMBRE-SE QUE VC TEM DOIS OUVIDOS E UMA BOCA SÓ: ISSO NÃO É POR ACASO!


Com Deus e com você para sempre
O Segredo

– Quando lhe for confiado um segredo, guarde-o.
– Devolva um carro emprestado com o tanque cheio de gasolina.
– Aja com paixão ou não aja de jeito nenhum…
– Tire suas próprias conclusões.
– Ao dar um aperto de mãos segure firmemente e olhe nos olhos.
– Em todas as coisas conduza pelo exemplo, não pela explicação.
– Se você precisa de música na praia, você não entendeu nada.
– Seja como um pato. Permaneça calmo na superfície e reme como um louco debaixo d’água.
– Experimente a serenidade de viajar sozinho.
– Respeite a todos e todas as criaturas da terra.
– Entenda a diferença entre o bem e o mal e esteja sempre ao lado do bem.
– Depois de escrever uma mensagem com raiva, leia com atenção. Em seguida, exclua-o.
– Anote seus sonhos, projetos e foque neles.
– Tire um tempo para aconchegar seus animais de estimação, eles te amam muito e estão sempre felizes em vê-lo.
– Seja confiante e humilde ao mesmo tempo.
– Se alguma vez estiver em dúvida, lembre-se de quem você é filho de Deus e se recuse a ser apenas comum

O valor de um Grupo

Um homem, comparecia assiduamente às reuniões de um grupo de amigos e, sem comunicar a ninguém, deixou de participar de suas atividades.
Depois de algumas semanas, um amigo, integrante desse grupo, decidiu visitá-lo.
Era uma noite muito fria!
O Amigo o encontrou na sua casa, sozinho, sentado diante da lareira, onde o fogo estava brilhante e acolhedor.
Adivinhando o motivo da visita do seu amigo lhe deu as boas vindas e, aproximando-se da lareira lhe ofereceu uma cadeira grande em frente à chaminé e ficou quieto, esperando.
Nos minutos seguintes, houve um grande silêncio, pois os dois homens somente admiravam a dança das chamas em volta dos troncos de lenha que queimavam.
Depois de alguns minutos, o amigo visitante examinou as brasas que se formaram e cuidadosamente escolheu uma delas, a mais incandescente de todas, empurrando-a para fora do fogo.
Sentando-se novamente, permaneceu silencioso e imóvel.
O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e também quieto.
Dentro de pouco tempo, a chama da brasa solitária diminuiu, até que após um brilho discreto e momentâneo, seu fogo se apagou em um instante mínimo.
Dentro de pouco tempo, o que antes era uma festa de calor e luz, agora não passava de um frio, morto e preto pedaço de carvão, recoberto de uma camada de cinza espessa.
Nenhuma palavra tinha sido pronunciada desde a protocolar saudação inicial entre os dois amigos.
Antes de preparar-se para ir embora, o amigo visitante movimentou novamente o pedaço de carvão já apagado, frio e inútil, colocando-o novamente no meio do fogo.
Quase que imediatamente o carvão voltou a desprender-se em uma nova chama, alimentado pela luz e o calor das labaredas dos outros carvões em brasa e ao redor dele.
Quando o amigo visitante se aproximou da porta para ir-se embora, seu anfitrião lhe disse:

OBRIGADO PELA SUA VISITA E PELO BELÍSSIMO SERMÃO……

Retornarei ao grupo de AMIGOS que muito bem sempre me faz…
Para Reflexão!!!
Aos ”AMIGOS” membros de um grupo, sempre vale a pena lembrar, que eles fazem parte da “CHAMA” do grupo e que separados do mesmo perdem todo seu brilho.
Aos amigos de um grupo, vale a pena sempre lembrar-lhes que também são responsáveis de manter acesas as chamas do “ENCONTRO” entre cada um dos seus membros e de promover a união entre todos eles, para que o fogo seja sempre realmente forte e duradouro.
Uma família se mantém com a chama acesa quando os membros não esquecem que todos são importantes no barco da vida.
Cada madeira que constitui o feixe não é igual e nem queima da mesma forma, porém o conjunto emite luz intensa e aquece muito mais a todos e o ambiente que vivem.

*Amigos – Nenhum de nós é melhor que todos nós juntos!!!

Conselhos do Papa

Conselhos aos “Chefes” a partir de um discurso do Papa à Cúria Romana de 2014

Tomando como base um famoso discurso que o Papa Francisco fez à Cúria Romana em 2014, o professor Gary Hamel, da London Business School, fez uma adaptação para o mundo empresarial que apresenta as 15 doenças do líder. O resultado foi publicado pela revista Harvard Business Review. Eis a lista:

 

  1. A doença de se achar imortal, imune e indispensável, sem necessidade de avaliação regular. Uma equipe de liderança que não é autocrítica e não procurar melhorar é um corpo morto. Uma simples visita ao cemitério poderia nos ajudar a entender isto, colocando-nos diante do nome de tanta gente que se achou imortal, imune e indispensável. É a doença dos que se veem mandando nos outros e não servindo aos outros. O antídoto para esta praga é a humildade; é dizer: “Não sou mais do que um servidor; só fiz o meu trabalho”.
  2. A doença do trabalho excessivo. Está presente naqueles que mergulham no trabalho e não se concedem um respiro. Negar-se o descanso necessário leva ao estresse e à agitação. O tempo de repouso, para aqueles que já fizeram o seu trabalho, é não apenas necessário como ainda obrigatório. Passar mais tempo com a família e respeitar os dias livres e as férias, além do mais, serve para recarregar as baterias.
  3. A doença da petrificação mental e emocional. Está presente nos líderes que têm o coração de pedra e o pescoço duro; naqueles que, ao longo da jornada, perdem a serenidade, se escondem atrás de uma pilha de papéis e não são compassivos. É perigoso perder a sensibilidade que nos permite chorar com os que choram e alegrar-nos com os que se alegram. Ser líder significa ter sentimentos de humildade e desprendimento, de desapego e generosidade.
  4. A doença do excessivo planejamento e funcionalismo. Quando um chefe planeja tudo até o último detalhe e acha que tudo irá bem graças ao plano perfeito, ele cria a prisão do formalismo. É preciso preparar bem as coisas, mas sem cair na tentação de eliminar a espontaneidade e a capacidade de adaptar-se as circunstâncias que mudam. Contraímos esta enfermidade porque é mais fácil e cômodo instalar-se num modo de pensar sedentário e convencido de dominar o mundo.
  5. A doença de uma coordenação pobre. Quando o líder perde o senso de comunidade, o entorno inteiro perde o equilíbrio. Tudo vira uma orquestra que só produz barulho. Os membros não trabalham juntos e se perde o espírito de equipe.
  6. O “mal de Alzheimer” do chefe. Consiste em esquecer aqueles que nos nutriram, dirigiram e apoiaram na jornada. Esta doença se manifesta naqueles que estão completamente presos no momento presente, nas suas paixões, caprichos e obsessões; naqueles que constroem muros e rotinas ao seu redor e que se tornam escravos dos ídolos que construíram com as próprias mãos.
  7. A doença da esquizofrenia existencial. É a enfermidade dos que levam uma vida dupla, fruto da hipocrisia típica da mediocridade. O vazio emocional não se preenche por nenhum título ou conquista. É uma enfermidade que afeta com frequência os que não estão em contato habitual com seus clientes nem com seus empregados. Ficam isolados em tarefas operativas, perdendo o contato com a realidade e com as pessoas reais.
  8. A doença da rivalidade e da vanglória. Quando as aparências, as vantagens e os títulos se transformam em nosso primeiro objetivo de vida, esquecemos o nosso dever fundamental como líderes: “Nada façais por egoísmo ou presunção, mas em tudo estimai o próximo acima de vós mesmos”. Um líder leva em conta seu próprio interesse mas também o dos outros.
  9. A doença da fofoca, da queixa e da murmuração. É uma doença grave, que começa com aparência inocente, talvez em breves conversas aqui e ali, mas vai tomando posse de uma pessoa e a transforma em semeadora de ervas daninhas, perigosa para todos os companheiros. É a enfermidade das pessoas covardes, que não têm a coragem de falar cara a cara, mas pelas costas dos outros. Guardemo-nos do terrorismo da fofoca!
  10. A doença da bajulação dos superiores. É a enfermidade dos que adulam o chefe na esperança de granjear os seus favores. São vítimas do carreirismo e do oportunismo. Pensam mais no que podem conseguir do que no que deveriam dar; pessoas de mente curta, infelizes e não raro inspiradas apenas pelo seu letal egoísmo. Esta doença afeta não apenas os líderes em relação aos seus superiores, mas também em relação aos seus subordinados, quando tentam obter a sua submissão, lealdade e dependência psicológica, provocando assim uma insana cumplicidade.
  11. A doença da indiferença aos outros. Ocorre quando o líder pensa apenas em si mesmo e perde a sinceridade e o calor das relações humanas genuínas. Acontece de muitas maneiras: quando a pessoa mais competente não coloca o que sabe a serviço dos companheiros com menos destrezas; guarda para si mesma em vez de compartilhar de maneira proveitosa com os outros; quando, invejosa, se alegra com os fracassos dos outros em vez de ajudá-los e encorajá-los.
  12. A doença da “cara fechada”. Pode ser observada nas pessoas sombrias e austeras que acham que ser sério é mostrar responsabilidade, e que tratam os outros, em especial os subordinados, com rigor, aspereza e arrogância. Essa atitude costuma ser sintoma de medo e insegurança. Um líder deve esforçar-se para ser cortês e sereno, transmitindo alegria. Um líder nunca deveria perder o espírito de humor que torna as pessoas amáveis mesmo nas situações difíceis. 
  13. A doença da cobiça. Ocorre quando um líder tenta preencher o seu vazio existencial acumulando bens materiais – não porque precise deles, mas para sentir-se seguro. Os tesouros materiais nunca poderão preencher esse vazio; pelo contrário, vão deixar a pessoa cada vez mais esfomeada. Acumular coisas é apenas carregar peso; torna o nosso caminhar inexoravelmente lento.
  14. A doença dos círculos fechados. Pertencer a um grupinho torna-se mais forte do que a partilha da própria identidade. Esta enfermidade também começa com boa intenção, mas, ao passar do tempo, escraviza e vira um câncer que ameaça a harmonia da organização e causa muitos danos, especialmente contra aqueles que estão “fora da panelinha”. É um grande perigo, um dano que vem de dentro. Como diz a Bíblia, “todo reino dividido contra si mesmo desmoronará”.
  15. A doença da extravagância e da exibição pessoal. Acontece quando um líder transforma o serviço em poder e o usa para ganhos materiais ou para adquirir mais poder ainda. Difama e desacredita os outros para aparentar que é mais capaz do que os outros. Esta enfermidade é muito prejudicial porque leva a justificar qualquer coisa para garantir seus objetivos, com frequência em nome da justiça ou da transparência. É o caso do líder que costuma chamar os jornalistas para contar e inventar coisas de seus colegas, apenas para sentir-se poderoso; no fim, só fez mal aos outros, à própria organização e a si mesmo.

Você é um líder sadio? Pergunte-se:

– Eu me sinto superior àqueles que trabalham para mim?
– Há equilíbrio entre o meu trabalho e as outras áreas da minha vida?
– Substituo a intimidade humana pela formalidade?
– Confio demais nos meus planos sem dar espaço à intuição e à flexibilidade?
– Passo pouco tempo construindo pontes, relações ?
– Reconheço devidamente a minha gratidão para com meus mestres e mentores?
– Sinto excessiva satisfação quando consigo vantagens e privilégios?
– Eu me isolo de clientes e empregados?
– Reconheço as conquistas dos outros?
– Mostro servilismo para com meus superiores?
– Coloco o meu próprio sucesso à frente do sucesso dos outros?
– Cultivo a alegria no meu ambiente de trabalho?
– Sou egoísta na hora de compartilhar os prêmios e louvores?
– Cultivo os grupinhos, ou a comunidade?
– Tenho um comportamento egocêntrico diante das pessoas ao meu redor?

 

Velho x Idoso

COMPARAÇÕES: IDOSO X VELHO

IDOSO É QUEM AINDA SENTE AMOR;
VELHO É QUEM SÓ SENTE SAUDADE …

IDOSO É QUEM AINDA SE EXERCITA;
VELHO É QUEM APENAS DESCANSA E RECLAMA …

IDOSO É QUEM AINDA SONHA;
VELHO QUEM APENAS DORME …

IDOSO É QUEM TEM UM POUCO MAIS DE IDADE;
VELHO É QUEM PERDEU A CAPACIDADE DE SONHAR E SE DIVERTIR …

IDOSO É QUEM AINDA SE RENOVA A CADA DIA QUE COMEÇA;
VELHO É QUEM SE ACABA A CADA NOITE QUE TERMINA …

IDOSO É QUEM AINDA TEM PLANOS;
VELHO É QUEM TEM APENAS RECORDAÇÕES …

IDOSO É QUEM TEM RUGAS BONITAS, PORQUE FORAM MARCADAS PELO SORRISO E A ALEGRIA DE VIVER .
VELHO É QUEM TEM RUGAS FEIAS, PORQUE FORAM FORMADAS PELA AMARGURA É O MAU HUMOR …

Enfim:

IDOSO E VELHO PODEM TER A MESMA IDADE NO DOCUMENTO,
MAS TÊM IDADE TOTALMENTE DIFERENTE NA MENTE, NO CORAÇÃO E NAS ATITUDES .

DESEJO QUE VOCÊ VIVA UMA LONGA VIDA, MAS QUE NÃO FIQUE VELHO NUNCA !